Buscar

Em Interlagos, Rafael Suzuki larga em 3º lugar, belisca pódio, e entra no top-10 do campeonato


A jornada dupla da Stock Car em Interlagos foi intensa para pilotos e equipes, com duas etapas realizadas no mesmo fim de semana, ou seja, com uma classificação e uma corrida no sábado, e mais uma classificação e a Corrida do Milhão no domingo. As diferentes condições de pista, com dois dias sob chuva, e apenas o 3º dia de atividades com pista seca, trouxe ainda mais variáveis para as disputas e acertos dos carros.  Rafael Suzuki teve novamente um forte desempenho. Após largar em 4º lugar na primeira etapa em Goiânia, em Interlagos ele deu mais um passo e fez uma grande classificação no sábado, garantindo a 3ª posição no grid de largada, beliscando um lugar no pódio, com o 4º lugar na corrida. 

No domingo, a tomada de tempos não foi como o esperado, comprometendo o resultado da prova. Mesmo assim, ele somou importantes pontos com o 13º lugar, e se colocou no top-10 do campeonato.


2ª e 3ª ETAPA (Corrida do Milhão)


Após o 3º lugar na tomada de tempos, o pódio bateu na trave




Depois de uma sexta-feira chuvosa, o sábado também começou molhado. Com uma programação diferente do habitual, os pilotos começaram o dia com a tomada de tempos logo cedo. Suzuki estava no grupo 2, e passou com o 7º lugar para o Q2. Neste, conseguiu evoluir ainda mais, e, com uma grande volta, marcou o 3º melhor tempo da sessão, garantindo sua melhor uma posição de largada (em corrida principal), com um lugar na 2ª fila.


Cerca de 1h30 depois, foi realizada a corrida da 2ª etapa da temporada. Rafael manteve ritmo forte durante toda a prova, sendo apenas superado por Ricardo Zonta no pit-stop. Com a pista mais seca, os pilotos tiveram de trocar os quatro pneus, para slicks, gerando muita movimentação na área de boxes.

Já na segunda metade da prova, resistiu à tentativas de ultrapassagens com boas disputas, e pressionou Zonta até o fim, batendo na trave do pódio com o 4º lugar. Com o resultado, ele entrou no top-10 na tabela geral do campeonato.


Fala Suzuki: gostinho de quase, mas um ótimo resultado



Foi um dia bom, não posso reclamar. Estivemos competitivos o tempo todo, tanto na classificação, quanto na corrida.


Ficou um gostinho um pouco amargo de estar tão perto do pódio e não conseguir. Mas todo mundo fez um grande trabalho, conseguimos bons pontos. E também nos forneceu mais dados para analisarmos para a 2ª corrida do fim de semana e também para o desenvolvimento do carro como um todo.


Ficou um gostinho um pouco amargo de estar tão perto do pódio e não conseguir. Mas todo mundo fez um grande trabalho, conseguimos bons pontos. E também nos forneceu mais dados para analisarmos para a 2ª corrida do fim de semana e também para o desenvolvimento do carro como um todo.


Novas condições para a Corrida do Milhão



Após dois dias de chuvas em Interlagos, o domingo começou ensolarado, mas ainda com baixas temperaturas. Com a classificação sendo realizada às 8h15, a pista ainda estava molhada, o que não favoreceu o 1º grupo, na qual Suzuki entrou, por estar entre os 10 melhores do campeonato. Com a pista em melhores condições para o grupo 2, ele ficou com o 19º lugar no grid de largada.


A Corrida do Milhão, que neste ano ganhou caráter solidário - com o prêmio de R$ 1 milhão doado à instituições que auxiliam no combate a pandemia do coronavírus, teve transmissão ao vivo da TV Globo. Porém, não foi tão movimentada como a do dia anterior. Largando mais atrás, Rafael ficou preso no tráfego nas primeiras voltas, mas mesmo assim conseguiu avançar no grid, com duras disputas por posições, completando as 25 voltas em 13º, somando mais 8 pontos no campeonato.


Fala Suzuki: pontos importantes para o campeonato



A classificação comprometeu um pouquinho. Não consegui tirar o máximo do grupo dos 12 primeiros, que teve situação de pista mais úmida e não consegui passar para o Q2. Isso dificultou um pouco a corrida. Assim, como eu larguei na frente no sábado e facilitou.


Na corrida, o começo não foi como eu queria. Perdi um pouco de tempo, me atrapalhei com o freio. Da metade pra frente, o carro melhorou. Apesar da gente ter ficado pra trás, o ritmo era bom. Depois, aconteceram os toques. De qualquer forma, 4º e 13º são bons pontos no fim de semana e demos uma subida boa no campeonato. Agora vamos trabalhar para melhorar mais.


6º maior pontuador em Interlagos = top-10 na tabela



Com os pontos somados pelos resultados do final de semana, com o 4º lugar no sábado e o 13º no domingo, Suzuki foi o 6º maior pontuador em Interlagos, entre os 25 pilotos do grid, e assim se estabeleceu no top-10 da classificação geral do campeonato, a apenas nove pontos do 5º lugar, após 3 de um total de 12 etapas.


1. Ricardo Zonta, 82

2. Cesar Ramos, 78

3. Rubens Barrichello, 71

4. Ricardo Mauricio, 54

5. Nelsinho Piquet, 50

6. Allam Khodair, 50

7. Thiago Camilo, 46

8. Átila Abreu, 44

9. Daniel Serra, 42

10. Rafael Suzuki, 41

11. Bruno Baptista, 39

12. Cacá Bueno, 37

13. Denis Navarro, 35

14. Guilherme Salas, 32

15. Galid Osman, 31

16. Julio Campos, 26

17. Lucas Foresti, 23

18. Diego Nunes, 20

19. Matias Rossi, 19

20. Gaetano Di Mauro, 18

21. Gabriel Casagrande, 17

22. Vitor Genz, 11

23. P. Cardoso, 10

24. Marcos Gomes, 9

25. V. Baptista, 8

26. T. Antoniazzi, 8


Próxima etapa



A 4ª etapa da Stock Car está agendada para o dia 13 de setembro, em praça a ser confirmada ainda, por conta da situação das cidades em relação a pandemia do coronavírus.

logo_rafaelsuzuki_v10.png
  • Instagram
  • Facebook
  • YouTUBE
  • Twitter

© 2019 Rafael Suzuki - Loja Rafael Suzuki - Eversports Assessoria Esportiva e Comercio LTDA - CNPJ 15.546.170/0001-43 - São Paulo - Brasil

logo_rafaelsuzuki_v5.png