Buscar

Em corrida de superação, Rafael Suzuki avança 12 posições sem 'pushes' e pontua em Santa Cruz do Sul


Depois de dois dias seguidos de chuva, a Stock Car finalmente teve pista seca na disputa da quinta etapa da temporada 2018 no Autódromo de Santa Cruz do Sul (RS), realizada neste domingo (dia 20). Foi um dia intenso, já que no sábado as atividades foram canceladas em virtude do mau tempo.


O dia já começou com um shakedown e o classificatório no traçado de 3.530 metros, que definiu o grid de largada. Atrapalhado por uma bandeira vermelha no grupo 1 do Q1, quando fazia sua volta rápida, Rafael Suzuki não conseguiu garantir uma boa posição de início. 


Para o piloto do carro #8, que foi punido com a perda de todos os seus push-to-pass (botão de ultrapassagem), por ter usado sem querer numa relargada na última etapa, em Londrina (PR), ter largado em 24º, chegar em 12º e pontuar foi satisfatório.


“A corrida 1 teve um saldo positivo. Ganhamos 12 posições sem push. Infelizmente, não encontramos o acerto ideal na tomada de tempos, mas na corrida o ritmo era bom. Eu consegui me defender bem e estar no top-15. Não é o que a gente quer ainda, mas não passamos zerados”, ressaltou o piloto da equipe Hot Car Bardahl.


Na segunda prova, o piloto partiu da 13ª posição, mas se envolveu em um acidente e foi obrigado a abandonar. “Eu fiz a curva 1, ninguém me tocou, mas no meio da curva eu vi um carro rodando e só senti bater. Não rodei, não toquei em ninguém, mas na verdade peguei este carro rodando e foi completamente impossível de evitar. Só senti o choque. Foi azar mesmo”, lamentou Suzuki, que tem três top-10 e dois top-15 em sua primeira temporada na equipe comandada por Amadeu Rodrigues.


Em Santa Cruz do Sul, o paulista Marcos Gomes garantiu a pole position para a corrida 1 e fez valer sua vantagem para chegar à vitória, com Daniel Serra em segundo e Max Wilson em terceiro. Na prova 2, Felipe Lapenna largou na pole (pelo grid invertido), mas a vitória ficou com Átila Abreu, seguido por Thiago Camilo e Felipe Fraga. Serra terminou em quinto e ampliou ainda mais sua vantagem na liderança do campeonato, com 152 pontos, contra 109 do vice Marcos Gomes.


Agora, a Stock Car terá um intervalo de mais de dois meses durante a realização da Copa do Mundo de futebol, retomando suas disputas entre os dias 3 a 5 de agosto, na Corrida do Milhão, em Goiânia. 


“Essa pausa vai ser muito boa pra gente organizar bem as coisas e fazer da segunda parte da temporada um novo campeonato. Vamos trabalhar para voltarmos mais fortes”, finalizou Suzuki, que está em 17º no campeonato, entre os 35 pilotos que já correram neste ano.


Confira a classificação do campeonato após 5 etapas: 


1. Daniel Serra – 152 pontos 2. Marcos Gomes – 109 3. Felipe Fraga – 92 4. Max Wilson – 90 5. Julio Campos – 89 6. Cacá Bueno – 80 7. Rubens Barrichello – 80 8. Lucas di Grassi – 68 9. Átila Abreu – 65 10. Ricardo Zonta – 53 11. Thiago Camilo – 53 12. Gabriel Casagrande – 50 13. Cesar Ramos – 44 14. Ricardo Maurício – 33 15. Lucas Foresti – 32 16. Allam Khodair – 31 17. Rafael Suzuki – 25 18. Denis Navarro – 16 19. Felipe Lapenna – 15 20. Vitor Genz – 15 21. Antonio Pizzonia – 13 22. Diego Nunes – 13 23. Sérgio Jimenez – 10 24. Tuka Rocha – 7 25. Bruno Baptista – 4  26. Guilherme Salas – 3 27. Valdeno Brito – 3 28. Nelson Piquet Jr – 1 29. Guga Lima – 0 30. Galid Osman – 0 31. Bia Figueiredo - 0 32. Vitor Meira - 0 33. Tarso Marques - 0 34. Fabio Carbone - 0 35. Fernando Croce - 0 36. Nonô Figueiredo - 0

logo_rafaelsuzuki_v10.png
  • Instagram
  • Facebook
  • YouTUBE
  • Twitter

© 2019 Rafael Suzuki - Loja Rafael Suzuki - Eversports Assessoria Esportiva e Comercio LTDA - CNPJ 15.546.170/0001-43 - São Paulo - Brasil

logo_rafaelsuzuki_v5.png